Vela acesa provoca incêndio, que destruiu residência em Amambai

Vela acesa provoca incêndio, que destruiu residência em Amambai

Por A Gazeta News 15/05/2018 - 07:12 hs

Vela acesa provoca incêndio, que destruiu residência em Amambai
A residência ficou destruída pelas chamas. A ação heroica de um vizinho pode ter evitado uma tragédi

Uma vela acesa, segundo relatou a polícia no boletim de ocorrência, foi a causa de um incêndio que destruiu uma residência na madrugada dessa segunda-feira, 14 de maio, na Vila Jussara, em Amambai.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, que atendeu na ocorrência, a mãe, uma mulher de 35 anos, saiu de casa supostamente para trabalhar e deixou os cinco filhos com idades entre 14 a apenas 2 anos, sozinhos na residência.

Como a casa estaria, tanto com a água como com a luz cordata, com medo, as crianças teriam acendido uma vela e colocado ao lado da cama para dormir e quando acordaram, por volta das 2h da madruga, a casa estava em chamas.

Ao se depararem com a situação, duas das crianças teriam saído de dentro da casa gritando por socorro.

Ao notar que a casa estava pegando fogo, Rosalino Martins, de 45 anos, que é vizinho da família, teria adentrado na residência em chamas, retirado as outras três crianças e acionado o Corpo de Bombeiros.

Quando a equipe do 16º SGB chegou ao local a casa estava tomada pelas chamas, que destruíram por completo a sala e um dos quartos, destruindo a cama e inclusive roupas, mas os bombeiros conseguiram evitar que o fogo se alastrasse para a cozinha, onde estavam alguns pertences, entre eles, geladeira e fogão.

Uma das crianças que estava na casa, uma menina de 12 anos, sofreu queimadura em um dos pés e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para o hospital para receber atendimento médico. Já as demais, supostamente devido a ação rápida e corajosa do vizinho, saíram ilesas.

Segundo consta na ocorrência policial, vizinhos informaram que frequentemente a mãe sai e deixa dos filhos sozinhos em casa.

Na noite desse domingo para segunda quando ocorreu incêndio, por exemplo, ela teria saído de casa, segundo informações das autoridades, para trabalhar em um motel das cidade, onde seria funcionária, mas segundo o Corpo de Bombeiros, ao ser procurada a mulher não teria sido localizada em seu local de trabalho.

De acordo com a Polícia Civil, o nome da mulher consta em várias ocorrências policiais, uma delas por abandono de incapaz, justamente por ter deixado os filhos sozinhos em casa, mas a maior parte dos boletins tem ela própria como vítima de violência doméstica.

O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente de Amambai e segundo a Polícia Civil, também foi levado ao conhecimento do Ministério Público da Infância e da Adolescência e a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Amambai para buscar, junto a Assistência Social do município, a adoção das medidas cabíveis.

Fonte: A Gazeta News