Autor de roubo de aeronave que caiu na Argentina é morto no Paraguai.

A aeronave seria usada para o tráfico de maconha.

Por JD1 Notícias 05/01/2018 - 07:16 hs

Bernardo Gonzáles, 29 anos, um dos três fugitivos do avião roubado que caiu em fevereiro do ano passado nas águas dos Esteros Del Iberá, na Argentina, foi morto por traficantes do Paraguai, nesta semana.

Bernardo estava foragido. Três participantes do "roubo frustrado da aeronave" já foram presos, Dario Roas e Hector de Lima foram presos na cidade de Misiones e Dario Crocco em Rosário.

A aeronave modelo Cesna 182 foi roubada em fevereiro para ser usada na transferência de uma carga de maconha.

Há ainda dois fugitivos, Daniel Sanchez Barreiro e Valentin Ramirez, conhecido como "Ninja".

O roubo

Em fevereiro de 2017, os autores contrataram o serviço do Cesna para uma despedida de solteiro, onde os contratantes iriam saltar de para-quedas. Tudo não passava de um plano para roubar a aeronave.

Quando a aeronave chegou, os bandidos renderam o piloto e dois paraquedistas.

A aeronave foi levada para o Paraguai onde seria usada para transportar drogas, mas o voo não correu como planejado, a aeronave caiu e Gonzales, De Lima, Sanches Bareiro e Ramirez sobreviveram.