Douradense compra Tucson pelo Facebook por R$ 36 mil e é preso por receptação

Douradense compra Tucson pelo Facebook por R$ 36 mil e é preso por receptação

Por Correio do Estado 10/06/2018 - 10:31 hs

Douradense compra Tucson pelo Facebook por R$ 36 mil e é preso por receptação
Automóvel foi apreendido pela PM e encaminhado à Polícia Civil. - Foto: Divulgação

Douradense de 23 anos, técnico em eletrônica, foi preso ontem, em São Paulo, depois de ser flagrado transitando com automóvel Hyundai Tucson clonado. O autor disse que havia comprado o veículo em Uberaba (MG) por R$ 20 mil, após contato por Facebook, e que pagaria ainda mais R$ 16 mil. Os policiais constaram sinais visíveis de adulteração no chassi.

Conforme apurado, durante fiscalização na rodovia Raposo Tavares (SP-270), na região do município de Presidente Epitácio (SP), equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) da Polícia Militar abordou o sul-mato-grossense. Durante entrevista, ele apresentou respostas vagas e incoerentes a respeito de sua viagem, levantando suspeita por parte dos policiais.

Em revista minuciosa, os militares encontraram sinais de adulteração e supressão no chassi, que estava com o número original raspado, sobreposto por outro número que remetia às placas do veículo. Questionado, o douradense disse que entrou em contato com vendedor pelo Facebook de sua esposa, fechou negócio e foi até Uberaba para buscar o produto.

Ele afirmou que pagou R$ 20 mil por transferência bancária e  que depois de vender um terreno em Dourados, pagaria os R$ 16 mil restantes. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Polícia Civil. De acordo com a PM, o número do chassi e das placas da Tucson remetiam a outro veículo semelhante que estava em situação legal, na casa do proprietário. Tais dados apontam que o automóvel em posse do douradense pode ser produto de roubo.