IGUATEMI: VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA REALIZA AÇÃO EDUCATIVA NA ESCOLA MARCÍLIO AUGUSTO PINTO

Por Redação Portal I Tudo 12/07/2018 - 07:43 hs
Foto: Assessoria

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica realizou no dia 05, importante Ação Educativa com os alunos do oitavo e nono ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Marcílio Augusto Pinto-MAP.

O fisioterapeuta Denys Beduschi e a enfermeira Karine Fernandes de Oliveira, foram os responsáveis por dar explicações e orientações aos alunos. Esse   importante projeto consiste em levar o tema “Saúde sexual e reprodutiva e Prevenção das IST/AIDS e Hepatites virais” no ambiente escolar, para adolescentes que cursam a partir do oitavo ano do Ensino Fundamental. Os grupos são separados pelo gênero: masculino e feminino e pelas idades aproximadas.

O período da adolescência, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é compreendido entre 10 e 19 anos e é caracterizado por transformações biológicas, psíquicas e sociais que podem aumentar a vulnerabilidade dos adolescentes às infecções sexualmente transmissíveis e ao vírus da imunodeficiência humana adquirida (IST/HIV/AIDS) ou a uma gravidez indesejada, se associados à falta de apoio familiar, expectativa de vida, entre outros elementos. Por esse motivo se faz necessário trabalhar tal tema dentro do ambiente.

“O Brasil possui 50 milhões de brasileiros na faixa etária de 10 a 24 anos; 32,8% de adolescentes entre 12 e 17 anos, já tiveram relações sexuais, sendo 61% de meninos e 31% de meninas, 28% dos casos de gravidez ocorrem nos três primeiros meses após o início da atividade sexual. A cada dia, cerca de 140 meninas tem a gravidez interrompida, 87% das adolescentes conhecem os métodos de prevenção, porém 70% não utilizam nenhum e 45% não pensam em nada para evitar a gravidez”.

Portanto, diante de todas estas estatísticas, é de suma importância que a Secretaria Municipal de Saúde desenvolva essas ações educativas.

Por: Kidão